(51) 98038-3873
Horário de Atendimento (via telefone e WhatsApp)
Seg à Sex: 8h às 17h30
Sacola de Compras

* Calcule seu frete na página de finalização.

* Insira seu cupom de desconto na página de finalização.

26/06/2020

COMO FAZER A DESTINAÇÃO CORRETA DAS SOBRAS DE MATERIAL DE CONSTRUÇÃO

como fazer a destinação correta das sobras de material de construção

Você sabe o que fazer com as sobras de material de construção? Pois saiba que o descarte correto é fundamental para evitar os impactos ambientais gerados pelos resíduos sólidos.

Hoje, a sustentabilidade na construção civil é uma das maiores preocupações do setor, que já vem estabelecendo uma série de práticas para minimizar os danos na natureza. E uma delas é justamente a correta destinação dos resíduos das obras.

Portanto, se você quer saber mais sobre isso, confira as principais dicas e informações para fazer o descarte de sobras de material de construção corretamente!

 

A gestão dos resíduos da construção civil

Uma das principais legislações sobre o tema é a Resolução nº 307, de 2002, do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), que estabelece diretrizes, critérios e procedimentos para a gestão dos resíduos da construção civil.

Segundo a norma, os entulhos, ou sobras de material de construção, englobam os mais diversos tipos de resíduos, como aqueles originados em:

  • Construções;

  • Reformas;

  • Reparos de edificações ou de pavimentação;

  • Demolições de obras;

  • Resultados de preparação e escavação de terrenos para obras.

 

Na construção sustentável, é preciso levar em conta o tipo de material que será descartado, como tijolo, concreto, rochas, metais, madeiras, argamassa, vidros, fiação elétrica, entre outros. De acordo com a natureza do material, ele terá uma forma mais adequada de destinação.

Alguns podem ser reciclados, outros reutilizados e há ainda aqueles que devem ter um descarte específico por serem considerados perigosos ou nocivos à saúde.

Veja algumas das principais formas de destinação final para os resíduos de construção civil!

 

5 formas de descarte correto das sobras de material de construção

1. Reciclagem

 

A reciclagem é uma das melhores formas de destinação para resíduos. A Resolução do Conama insere na Classe B os resíduos recicláveis, que são:

  • Plásticos;

  • Papel;

  • Papelão;

  • Metais;

  • Vidros;

  • Madeiras;

  • Embalagens vazias de tintas imobiliárias;

 

É importante mencionar que a madeira é um dos resíduos que mais predomina nas construções civis. Por isso, o mais recomendável é que ela seja conservada para ser reutilizada em outras obras. Contudo, caso não seja possível reaproveitá-la, é fundamental encaminhar as sobras para instituições de reciclagem.

Também vale destacar que, seguindo a tendência da arquitetura sustentável, usar a reciclagem como forma de criatividade e inovação é uma excelente opção para a destinação de sobras de material de construção.

 

2. Reutilização

 

Outra opção para as sobras de material de construção é fazer a reciclagem do entulho para reutilização na própria obra em construção. Para isso, você pode levar um equipamento portátil para o canteiro de obras, onde o entulho pode ser triturado e, depois, reutilizado em concretos não estruturais.

Outro exemplo é o agregado gerado pela reciclagem de telhas de barro e cerâmica, que pode ser reutilizado nos pisos das obras. Nesses casos, lembre-se de que é preciso analisar a qualidade do entulho, a fim de garantir que não tenha resíduos contaminantes ou perigosos.

 

Como fazer a destinação correta das sobras de material de construção-2

 

3. Doação

 

Materiais como tintas, solventes e vernizes precisam ter uma destinação cuidadosa para não gerar contaminação e efluentes poluidores. Segundo a Resolução do Conama, esses produtos, assim como óleos e amianto, por exemplo, são considerados resíduos perigosos.

Portanto, uma boa opção em caso de sobras desses materiais é a doação para o aproveitamento em outras obras ou locais.

 

4. Empresas especializadas

 

Caso a doação ou o reaproveitamento não seja uma opção viável, é possível também recorrer a empresas especializadas. Latas com filme de tinta, por exemplo, podem ser enviadas para uma área de transbordo e triagem (ATT).

Os restos de solventes, por sua vez, podem ser encaminhados a empresas especializadas para recuperação ou incineração de materiais.

Já as sobras de madeira, caso não sejam reutilizadas nem recicladas, podem ser levadas a centros de trituração. O pó desse material também pode ser destinado a fabricantes de módulos de MDF. Outra opção, ainda, é queimar os resíduos de madeira em fornos industriais.

 

5. Empresa transportadora ou ecopontos

 

No caso de pequenos geradores de resíduos, como moradores que realizam uma reforma ou pequenas obras, por exemplo, é possível contratar um serviço de transporte, como as caçambas.

Em algumas cidades há ainda a opção de um serviço gratuito chamado ecopontos. Trata-se de pontos de entrega de entulhos, em que o próprio gerador de resíduos deve fazer a separação dos materiais bem como a sua entrega no local.

Fonte: WEG Blog Tomadas & Interruptores